Monday, January 09, 2006

 

Canal escondia tesouro

_________________________________________________________________

Correio da Manhã
By Fátima Vilas-Bôas
January 08, 2006

Centenas de lingotes de prata que seguiam a bordo de um barco da Companhia Holandesa das Índias Orientais quando este se afundou, no Canal da Mancha em 1739, foram descobertos e já devolvidos ao Governo holandês.

Os lingotes de prata imperial espanhola comprada pelos holandeses, seguiam no navio Rooswijk, que desapareceu – com 250 pessoas a bordo – durante uma tempestade no Canal da Mancha, na costa Sul de Inglaterra, em Dezembro de 1739.

Entretanto, quando, em 1798, a Companhia das Índias Orientais foi adquirida pelo Governo holandês, este tornou-se proprietário legal dos lingotes achados em 2005 pelo mergulhador desportivo Ken Welling. No entanto, a descoberta foi mantida em segredo até o ministro holandês da Economia, Joop Wijn, entrar, há alguns dias, na posse do tesouro. O que aconteceu durante uma cerimónia especial a bordo de uma fragata da Marinha Real holandesa.

Para além do seu valor histórico, o achado (que está praticamente intacto) permitirá à equipa liderada pelo arqueólogo marítimo Alex Hildred, reconstituir a vida a bordo e compreender a dimensão e a natureza do negócio internacional da época. “É uma descoberta única”, acentuou Hildred.

Mais acima, na República da Irlanda, foi também anunciada a descoberta, em pântanos, dos corpos mumificados de dois homens que os arqueólogos dizem ter vivido há cerca de 2300 anos, ou seja, na Idade do Ferro. Os corpos, que se encontram no Museu Nacional da Irlanda, em Dublin, onde Don Brothwell, arqueólogo da Universidade de York, lidera a investigação – juntam-se às centenas já descobertas desde o séc. XVIII naquele país. Devido ao facto da composição química única dos locais mumificar os corpos, estes são uma excelente fonte de estudo.


____
www.dofundodomar.blogspot.com

Comments: Post a Comment

Links to this post:

Create a Link



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?